• Registre tudo. Faça uma lista para organizar os itens da mudança, o que precisa ser feito e defina prazos para realizá-los. Assim você não precisa ficar quebrando a cabeça pensando no que está esquecendo.
  • Muitos objetos podem ser desnecessários na nova casa, então aproveite a mudança para se desfazer do que não é mais utilizado. Faça uma lista do que vai e do fica, como roupas e sapatos rasgados ou velhos, brinquedos e objetos que não são mais utilizados.
  • Caso a empresa transportadora não faça o serviço de empacotamento, separe caixas de papelão, jornais, plástico bolha, isopor, fitas adesivas e canetas para ajudar no processo.
  • Coloque etiquetas ou escreva o que há dentro de cada caixa, para facilitar na hora de levá-la para seu devido cômodo.
  • Para ajudar na organização, faça um check-list dos itens que já foram empacotados.
  • Roupas que ficam penduradas em cabides podem continuar neles se a transportadora tiver um roupeiro, caso contrário, coloque-as dobradas em caixas. As roupas dobráveis podem ser colocadas dobradas da mesma forma também em uma caixa.
  • Limpe a casa nova antes de receber a mudança, inclusive os móveis e seus interiores.
  • Faça uma lista de prioridades dos cômodos a serem montados. Dê preferencia para a cozinha, depois, o quarto dos filhos, se os tiverem e os demais cômodos, de acordo com a necessidade dos moradores.
  • Lembre-se de avisar sobre a mudança para as empresas de telefonia, TV a cabo, internet, planos de saúde, banco e todos que fornecem serviço ou enviam correspondências ao antigo endereço.
  • Não faça compras na semana da mudança, pois a geladeira e o freezer poderão ficar desligados por várias horas e os alimentos podem estragar.
  • Faça lanches rápidos para serem consumidos enquanto a nova cozinha estiver sendo montada e deixe-os de fácil acesso. Os alimentos podem ser conservados em caixas ou bolsas térmicas.
  • Prepare uma mala com roupas para serem utilizadas durante os dias da mudança.
  • É importante verificar as referências da transportadora que irá prestar o serviço, antes de contratar. Verificar como é o relacionamento da empresa nas mídias sociais e se a empresa não está cadastrada em sites de reclamação ou outras empresas reclamadas no Procon.
  • Deve ser elaborado um inventário dos móveis e colher assinatura dos responsáveis, com testemunhas, e exigir cópia do comprovante das negociações, recibos do comprovante de pagamento, data de início, horários das atividades, todos os bens que foram transportados devem estar relacionados e também o estado de conservação deles.
  • Verificar se será necessário fixar algum armário, se o prédio é sem elevador e tem que levar os móveis em escada, se o dia da mudança é dia de feira livre. Tudo deve ser descriminado e previamente combinado com o fornecedor.
  • Outra dica é dar apenas uma entrada e efetuar o restante do pagamento somente após a execução completa do serviço.